Tetracampeão mundial de Fórmula 1, Sebastian Vettel pode ter sua estreia nesta temporada adiada mais uma vez. Depois de perder o GP do Bahrein por testar positivo para a Covid-19, a Aston Martin confirmou nesta quinta-feira, 24, que seu piloto ainda não obteve o resultado negativo para a doença e segue sendo dúvida para a prova na Arábia Saudita, marcada para este fim de semana. De acordo com as normas sanitárias da categoria, o alemão tem até o próximo sábado, 26, para se livrar da doença e ser liberado para o treino qualificatório. A equipe, por sua vez, informou que definirá seus pilotos para o grid nesta sexta-feira. Se Vettel não estiver disponível, Nico Hülkenberg voltará a substituir o compatriota.

“Sebastian Vettel ainda não retornou um teste negativo de Covid necessário para viajar até o GP da Arábia Saudita. Nico Hülkenberg estará em Jeddah para substituir Seb, se necessário. Adiaremos nossa decisão final até sexta-feira para fornecer a Seb todas as oportunidades de corrida”, informou a Aston Martin, em suas redes sociais. A Arábia Saudita, país que receberá a segunda etapa da temporada, não exige a apresentação de um teste negativo para o embarque. A Fórmula 1 também tornou a testagem dos pilotos opcional, ficando a cargo de cada uma das equipes dentro do grid. O GP do Bahrein, vencido por Charles Leclerc, piloto da Ferrari, foi o primeiro em 15 anos que não contou com Vettel no grid de largada – a última ocasião havia sido no GP da Europa, em 2007.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.