Considerado um dos maiores ídolos da história do futebol boliviano, Marco Etcheverry teceu duras críticas ao técnico Tite, da seleção brasileira. Horas antes da bola rolar para Bolívia x Brasil, em jogo marcado para as 20h30 (de Brasília) desta terça-feira, 29, pela última rodada das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo, o ex-jogador chamou o treinador de “covarde”. “Tomara que façam quatro gols pelas desculpas que estão colocando. Não quero dizer outras palavras porque pensarão que são discriminatórias, mas me parece que Tite é um covarde. Ficar falando de altitude quando eles já estão classificados para a Copa… me parece muito covarde. Isso me incomodou muito, não o havia escutado antes. Tite é um covarde”, afirmou Etcheverry em entrevista ao “Futbolmanía”, veículo boliviano.

As críticas do ex-jogador tem relação com a entrevista coletiva concedida por Tite na última segunda-feira, 28, quando o treinador afirmou que a seleção brasileira não conseguiria imprimir o mesmo ritmo na altitude de La Paz, cidade localizada a 3.600 metros acima do nível do mar. “[Contra a Bolívia] não teremos um time tão vertical como temos sido nos últimos jogos porque não permite. É desumano, não há essa condição. Existem outras estratégias, de manutenção de posse de bola. Tomara que o gramado esteja bom. Mas não vamos conseguir colocar o mesmo ritmo e velocidade que temos nos jogos em casa ou em condições normais”, disse o treinador brasileiro.

Marco Etcheverry é um dos maiores ídolos da história do futebol boliviano

Marco Etcheverry é um dos maiores ídolos da história do futebol boliviano

Conhecido como ‘”El Diablo”, Marco Etcheverry marcou um dos gols da vitória histórica da seleção boliviana por 2 a 0 sobre o Brasil, em 1993 — a primeira nas Eliminatórias. Apesar do clima tenso antes da partida, a Bolívia não possuir qualquer chance de classificação para o Mundial do Catar, que será disputado entre 21 de novembro e 18 de dezembro deste ano. Com 15 pontos e na nona colocação, os bolivianos podem, no máximo, chegar ao oitavo lugar. O Brasil, por sua vez, está classificado há meses e pode garantir a primeira posição geral com uma vitória.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.