O ex-jogador Freddy Gustavo Eusébio Rincón Valencia, mais conhecido como Rincón, morreu nesta quarta-feira, 13, aos 55 anos. Ídolo da torcida do Corinthians e da seleção colombiana, o ex-meio-campista estava internado no hospital Clínica Imbanaco, na cidade de Cali, onde sofreu um acidente de trânsito na última segunda-feira. O boletim médico divulgado no começo da madrugada desta quinta-feira informa que os médicos fizeram tudo o que foi possível, mas o ex-jogador veio a óbito. Rincón chegou a passar por um procedimento cirúrgico de quase três horas, mas não resistiu aos ferimentos. Fora dos gramados desde 2004, ele treinou algumas equipes pequenas do Brasil, como o Flamengo de Guarulhos-SP, por exemplo, e estava trabalhando como comentarista esportivo em seu país natal.

Nascido em Buenaventura, Rincón se destacou no Independiente Santa Fé e no América de Cali. Já no futebol brasileiro, marcou época no Corinthians, onde foi bicampeão brasileiro (1998 e 1999), vencedor do Mundial de Clubes (2000) e do Paulistão (1999), atuando no meio-campo ao lado de Vampeta, Marcelinho Carioca e Ricardinho. O volante também ganhou o Estadual com o Palmeiras (1994) e vestiu as cores de Santos e Cruzeiro. Na Europa, ele chegou a atuar no Real Madrid e no Napoli, sem ter muito destaque nos times do Velho Continente. Já pela seleção colombiana, participou de três edições da Copa do Mundo (1990, 1994 e 1998).

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.