O atacante Lionel Messi, que testou positivo para Covid-19 durante as férias de fim de ano na Argentina, chegou a Paris nesta quinta-feira (data local) após testar negativo e voltará a treinar com os companheiros de Paris Saint-Germain “nos próximos dias”. O anúncio foi feito pelo clube em comunicado médico com os resultados dos testes realizados pelos jogadores, que incluíram um novo positivo, o de Layvin Kurzawa nesta manhã, que obrigou o lateral francês a se isolar. Segundo a imprensa argentina, Messi tinha partido de Rosário rumo a Paris em avião privado na madrugada desta quarta-feira. O PSG, que tinha reportado a doença do craque no fim de semana passado, não informou se o atacante estará disponível para o jogo do próximo domingo, contra o Lyon. Na véspera desse jogo, o técnico Mauricio Pochettino concederá a habitual entrevista coletiva. No domingo passado, ele antecipou que se Messi testasse negativo, poderia voltar à França. O clube parisiense, como muitos outros, está sendo afetado por surto de Covid-19. Além de Kurzawa, nos últimos dias foram reportados os casos de Juan Bernat, Sergio Rico, Gianluigi Donnamura, Danilo e Nathan Bitumazala.

*Com informações da EFE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.