Assim que Anitta conseguiu se tornar a primeira cantora latina a chegar ao topo do ranking mundial do Spotify com a música Envolver, começaram a circular boatos de que houve manipulação nos números. Em uma carta aberta, a equipe da artista decidiu se posicionar sobre o assunto e expôs dados: “Muito se fala sobre Envolver e seu sucesso que dura até hoje no top 50 global do Spotify. A primeira cantora latina a chegar a posição #1 de forma solo é brasileira e se chama Anitta. Foi ela mesma que lá atrás uma vez me disse que uma minoria sempre tende a elevar um artista só para depois ter o prazer de diminuí-lo. Infelizmente, ela tem razão”. Segundo divulgado pela assessoria de Anitta, o Brasil foi o grande responsável pelo sucesso de Envolver, com 38.420.876 de plays. Esse número tem um aumento considerável quando somado a quantidade de vezes que a música foi ouvida em outros países por meio do streaming de música. 

“Somados, os streamings dos nove países que mais ouviram Envolver resultam em um número relevante e global: 42.801,642. O Brasil é o segundo [maior] mercado consumidor de música do mundo em número de ouvintes digitais e sua população e território são continentais. Logo, existe uma lei de proporcionalidade. Seria óbvio que uma cantora tivesse tal resultado em seu próprio país? Não necessariamente. Mas, se tratando da Anitta, tudo muda de figura. Enxergamos aqui outro fenômeno. A cantora arrebatou seu país com um ritmo que não é brasileiro e em língua espanhola – não muito falada por aqui. Um posicionamento internacional de dentro para fora”, declarou a equipe da poderosa. 

Outra questão comentada é o fato dos brasileiros terem se empenhado para ajudar a colocar Anitta na primeira posição do Spotify Global. “Há quem diga que os fãs brasileiros ouviram muito Envolver. Mutirão. Mas isso é ruim? Vale ressaltar que Anitta tem mais ouvintes mensais nos Estados Unidos do que grandes cantoras americanas.” A equipe da artista enfatizou que não houve nenhum tipo de manipulação e agradeceu os fãs que curtiram a música e que torcem pelo sucesso da artista. “Ainda bem que a matemática não mente e que a grande maioria dos brasileiros ainda tem orgulho dos artistas nacionais e se envolveu com a Anitta ao ponto de quebrarem juntos barreiras nunca antes ultrapassadas”, concluiu a carta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.