A causa da morte da cantora Paulinha Abelha, vocalista da banda de forró Calcinha Preta, não foi causada por remédios para emagrecimento, apontou um laudo divulgado pela família. Segundo o documento, elaborado por uma assessoria médica e assinado pelo médico Nelson Bruni Cabral de Freitas, o óbito de Paulinha ocorreu por causa de “um processo infeccioso no Sistema Nervoso Central, conforme consta na Certidão de Óbito, e não decorrente de Intoxicação Exógena medicamentosa”. O relatório cita quatro possíveis causas: meningoencefalite, hipertensão craniana, insuficiência renal aguda e hepatite, e esclarece que não é possível estabelecer um nexo causal entre os problemas renais sofridos pela artista com o uso de medicamentos. Paulinha tinha 43 anos de idade e morreu no dia 23 de fevereiro, no hospital Primavera, em Aracaju, Sergipe. A cantora havia sido internada no 11 de fevereiro no hospital Unimed Sergipe, também em Aracaju, com problemas renais. Ela voltava de viagem quando reclamou de dores abdominais e procurou atendimento, tendo recebido diagnóstico de lesão renal, e foi transferida para o Hospital Primavera no dia 17, quando entrou em coma. Não há informação sobre o que teria causado o problema.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.