O Grêmio acertou a volta de Roger Machado para o cargo de técnico após seis anos. O treinador assume no lugar de Vagner Mancini, demitido nesta segunda, 14, após empate com o Juventude em casa pelo Campeonato Gaúcho – apesar do bom começo no estadual, com quatro vitórias e dois empates, Mancini não havia evitado o rebaixamento do time para a série B do Brasileirão em 2021. Além de Roger, chegam os auxiliares Roberto Rivas, James Freitas, o analista de desempenho Jussan Lara e o preparador físico Paulo Paixão. Roger tem longa história no Grêmio: como jogador, foi campeão da Libertadores de 1995, da Recopa Sul-Americana de 1996, do Campeonato Brasileiro de 1996 e da Copa do Brasil em três ocasiões (1994, 1997 e 2001). Foi auxiliar técnico do clube entre 2011 e 2013 e treinador do time principal entre maio de 2015 e setembro de 2016. O clube considera que ele teve papel importante na montagem do time que foi campeão da Copa do Brasil em 2016 e da Libertadores em 2017 sob Renato Gaúcho. Desde que saiu do Grêmio, Roger passou por Atlético-MG, Palmeiras, Bahia e Fluminense.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.