O governo federal, por meio do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), assinou nesta quarta-feira (11) a ordem de serviço para o início da primeira etapa das obras de implantação e pavimentação de 13 quilômetros do chamado Contorno Sul Metropolitano de Maringá (PR), que começa na Rodovia BR-376. 

A medida foi assinada durante visita do presidente Jair Bolsonaro à cidade do noroeste paranaense. O presidente participou da Expoingá, a feira agropecuária de Maringá. Ele chegou no início da tarde e participou de um passeio de motocicleta até o parque de exposições da cidade. Depois do evento, o presidente retornou para Brasília.

As obras do Contorno Sul Metropolitano de Maringá têm o objetivo de desafogar o intenso tráfego de caminhões em trechos urbanos da cidade. No total, o contorno terá cerca de 32 quilômetros. 

A primeira fase, que contemplará 13 km, compreende um trecho que tem início na saída da cidade para Paranavaí, com término na Estrada Rural Pinguim, nas imediações do Parque Cidade Industrial de Maringá. O valor da licitação é R$ 253 milhões. 

A empresa contratada para a obra foi a Bandeirantes Comércio e Engenharia, que terá cerca de 990 dias para elaborar projetos e executar a obra. 

Inflação

Durante seu discurso na Expoingá, Bolsonaro comentou sobre a inflação do país. Segundo ele, trata-se de um problema global e que os preços no Brasil subiram menos do que outros países. 

“Apesar da inflação estar alta no Brasil, bem como a questão dos combustíveis, na nossa terra os efeitos são menores”, afirmou.

Em abril, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial, fechou em 1,06%. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que calcula o IPCA, a inflação acumulada em 12 meses está em 12,13%. 

Para conter a inflação, o governo federal zerou o imposto de importação de sete categorias de produtos alimentícios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.