De acordo com a investigação da Delegacia de Polícia de Repressão aos Delitos de Intolerância Esportiva (Drade), a faca encontrada no campo do jogo entre São Paulo e Palmeiras no sábado, 22, pela Copa São Paulo de Futebol Júnior, foi arremessada da arquibancada. O artefato foi achado no gramado da Arena Barueri depois que três torcedores do São Paulo invadiram o campo. Dois deles tentaram confrontar jogadores alviverdes. Um dos homens conseguiu retornar à área da plateia e outros dois foram detidos. Jogadores do Palmeiras prestaram depoimento na própria arena depois do jogo. Imagens da transmissão da partida e outras captadas por celulares foram avaliadas. Assim, chegou-se a conclusão de que a faca não estava com nenhum dos homens que invadiu a área de jogo, como explicou César Saad, delegado da Drade, que falou sobre o incidente à Jovem Pan.

Segundo ele, foi instaurado o inquérito para descobrir quem arremessou a faca e outros objetos. Os homens detidos responderão pela invasão, pagarão multa e estão proibidos de entrar em jogos do São Paulo, de acordo com o delegado. Vale lembrar que só havia torcedores do São Paulo no estádio. Isso acontece desde 20216 por determinação da Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP) em relação aos clássicos paulistas. A medida visa diminuir a violência. O São Paulo publicou uma nota dizendo repudiar veementemente qualquer ato de violência e que espera que os culpados sejam responsabilizados. A Federação Paulista de Futebol também se manifestou dizendo que vai cobrar das autoridades que os criminosos travestidos de torcedores sejam punidos com maior rigor da lei e permaneçam afastados dos estádios. Nessa partida, o Palmeiras confirmou a vitória por 1 a 0. O time alviverde decide o título contra o Santos na terça-feira, 25.

*Com informações do repórter Fernando Martins

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.