Alessandra Veiga, ex-mulher do intérprete de Louro José, Tom Veiga, comentou sobre o novo papagaio que deve dividir a apresentação do “Mais Você” com Ana Maria Braga. Apresentado como um suposto “filho” de Louro José, o novo fantoche ainda não apareceu no estúdio junto com a apresentadora, que tem dado a entender que ele ainda será testado antes de se tornar de fato seu novo parceiro. Alessandra desejou sorte ao intérprete do novo fantoche, mas ressaltou que o trabalho dele não será fácil. “Coisa maluca essa ‘coisa’ que chamamos de vida… ela vem, ela vai… e a única coisa que realmente fica é o que fomos e o legado que deixamos, porque tudo é substituível, mas é normal, a vida é cíclica. Desejo a esse rapaz (que infelizmente eu ainda não sei o nome para postar aqui) muita sorte nesse novo desafio de fazer ser lembrado o trabalho do nosso amado Tom Veiga”, escreveu no Instagram. 

A ex de Tom continuou fazendo um alerta ao manuseador do fantoche: “Desejo, de verdade, que ele brilhe nessa ‘continuidade’, mas brilhe ‘meio apagado’ porque se brilhar muito, logo ele será, digamos… afastado por algum motivo, porque no programa todos podem colaborar, ninguém pode brilhar muito, aparecer muito, se destacar muito. O Tom só foi perfeito, porque nunca quis aparecer, ser artista, porque senão jamais duraria até o dia da partida dele. Alguém que conhece bem os bastidores ousaria discordar do que eu estou escrevendo? Não, né?”. Alessandra também disse ao substituto de Tom que ele deve ficar muito atento a quando as pessoas estiverem de mal humor e que deve saber a hora certa de falar. “Saiba notar a voz da apresentadora dentro do estúdio quando, por ventura, o equipamento falhar e ele não conseguir ver ‘a quantas’ está o programa, enfim… essas coisinhas básicas que o Tom tirava de letra e sempre comentava comigo.” 

Após desejar sorte ao novo possível parceiro de Ana Maria, a ex-mulher de Tom, que morreu em novembro de 2020 após sofrer um AVC, deixou claro que não enxerga esse “filho” do Louro José como uma substituição: “Para nós aqui da família, o Tom é insubstituível, mas para muitos ele é substituível e tudo bem, a vida é feita de começos e fins, mas desejo do fundo do coração que esse moço faça um belíssimo trabalho, mas com parcimônia, ‘no sapatinho’ para durar muito, mas muito mais que 23 anos”. Por fim, ela comentou sobre o legado deixado pelo ex-marido e pai dos seus filhos: “Viva a continuidade do nosso eterno Louro José e a sempre lembrança da criação (voz e personalidade) do nosso incrível e amado Tom Veiga que, como disse o Faustão uma vez, o Tom era um artista que, num mundo onde todos queriam aparecer, ele se mantinha discreto. Isso fazia com que ele fosse único. Vida longa a continuidade do Louro José.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.