A modelo Cintia Dicker decidiu processar o deputado estadual Rodrigo Maroni (PSC-RS) após ser acusada pelo político de abandono de animais. Na nota de esclarecimento divulgada nesta terça-feira, 22, a advogada da artista, Cristiane Dick, disse que as acusações são falsas e que é notório que elas “foram feitas com a única intenção de prejudicar a imagem e a honra” de Cintia, que é casada com o surfista Pedro Scooby. “A modelo é reconhecida por seu ótimo caráter e boa índole, prezando por quaisquer espécies de animais, jamais compactuando com abandono de animais, sendo mentirosa a afirmação de ter ‘abandonado seu cão Jonny’, conforme a leviana e falsa acusação feita pelo Sr. Rodrigo Maroni”, declarou a advogada, que também afirmou que o deputado “responderá judicialmente no âmbito civil e criminal, prestando os devidos esclarecimentos ao Poder Judiciário”. Além disso, foi divulgado que será exigido que ele se retrate publicamente pelas referidas ofensas de cunho moral difamatórias e caluniosas”.

Rodrigo fez as acusações contra Cintia no último dia 13 de fevereiro, em suas redes sociais. Em um post com fotos da modelo e também do seu antigo cachorro, o deputado escreveu: “Muitos estão me perguntando sobre o Jonny. Para quem acha que animal de raça não sofre abandono ou não tem histórias de vida triste, ele foi deixado para trás nessa vida. Desenvolveu stress agudo e sarna pela tristeza. Ficou sem pelo um período. E acabou a quase dois anos vindo parar na minha vida”. Em seu relato, o deputado disse que o cachorro foi deixado na vida adulta e que a história de superação do animal já o fez chorar. “Jonny é muito maior do que quem abandonou ele, Jonny não é um objeto a ser deixado, Jonny simplesmente é o cão mais doce que conheci mesmo sendo velhinho”, declarou. Em outro trecho, o político afirmou que o animal foi “trocado pela fama” e hoje dá sentido para sua vida. “A essa moça famosa, repito. Filho, como ela chamava ele, não se deixa para trás. Dinheiro, fama e vaidade passarão e a velhice de Jonny chega para todos.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.