A China determinou o confinamento de mais uma cidade na noite da última segunda-feira, 21, após um novo surto de Covid-19. Desta vez, a política de “Covid zero” do governo, confinou os 9 milhões de habitantes de Shenyang, polo industrial que abriga uma fábrica da BMW e onde foram registrados 47 casos de infecção pelo novo coronavírus. De acordo com as autoridades, os moradores da cidade devem permanecer em casa e só poderão sair após um teste negativo de Covid-19, com validade de 48 horas. O país tem registrado números recordes de casos, ainda sob o impacto da variante Ômicron. Somente nesta terça-feira, foram contabilizados 4.770 novos casos de Covid-19 na China continental.

Shenyang é a capital da província de Liaoning, no limite com Jilin (norte), epicentro da atual onda epidêmica. Do total de novos casos de Covid-19, a maioria foi computada em Jilin. Nas últimas semanas, o governo vem atuando para erradicar novos focos da infecção pelo coronavírus, sempre confinando cidades inteiras de maneira total ou parcial e aplicando testagem em larga escala na população. No último sábado, foram registradas duas mortes por Covid-19 na China, as primeiras em mais de um ano.

*Com informações da AFP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.