Jonathan Calleri usou suas redes sociais na manhã desta segunda-feira, 4, para pedir desculpas ao garoto Felipe Goto, jogador do sub-15 do Palmeiras, por ter derrubado seu celular. Através do Instagram, o atacante do São Paulo disse que estava de “cabeça quente” quando cometeu o ato, mas reconheceu que não deveria ter dado um tapa na mão do jovem. O centroavante argentino também se colocou à disposição para reparar o prejuízo causado. De acordo com a assessoria de comunicação do menino, o aparelho foi danificado. 

“Sobre o que aconteceu na saída do estádio, ontem, gostaria de enviar o meu sincero pedido de desculpas ao garoto. Foi um momento em que estava de cabeça muito quente e que não deveria ter acontecido. Me coloco à disposição para reparar o dano causado ao aparelho celular”, escreveu o atacante são-paulino. O incidente aconteceu no estacionamento do Allianz Parque, quando os jogadores do Tricolor estavam deixando o estádio após serem derrotados por 4 a 0. Com o revés, a equipe treinada por Rogério Ceni ficou com o vice-campeonato do Paulistão 2022. 

Jonathan Calleri pediu desculpa ao jovem palmeirense

Jonathan Calleri pediu desculpa ao jovem palmeirense

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.