O Brooklyn Nets será multado pela NBA por permitir a entrada de Kyrie Irving nos vestiários durante o intervalo da partida deste domingo, 13, contra o New York Knicks, no Barclays Center. O time de Steve Nash venceu o duelo por 110 a 107, mas terá de pagar 50 mil dólares (cerca de R$ 256 mil) pela infração. O armador, que ainda não se vacinou contra a Covid-19, foi autorizado a entrar na arena pela primeira vez, mas como espectador. Entretanto, a NBA anunciou nesta segunda-feira, 14, que a presença de Irving não foi permitida nos vestiários, violando a lei da cidade de Nova York e os protocolos de saúde estabelecidos pela liga. Kyrie Irving está permitido a entrar nas dependências do time de Brooklyn, mas não como um ‘trabalhador’. Os vestiários são considerados como ambientes de trabalho. Assim sendo, o jogador não poderia ter se juntado para a reunião com a sua equipe. A NBA deixou claro que quem está sendo multada é a franquia, e não o atleta. Kevin Durant acabou comprando a briga de seu companheiro de time.

Após o jogo, o astro criticou o prefeito de Nova York, Eric Adams, chamando de ‘ridícula’ a autorização de Irving para assistir ao jogo como espectador. Ele disse ainda que o político tem de ‘se virar’ para descobrir uma maneira de revogar essa ideia. Entretanto, o camisa 7 voltou atrás em sua declaração em comunicado divulgado pelo Nets nesta segunda. “Os últimos dois anos têm sido difíceis e dolorosos para os cidadãos de Nova York, bem como muito confusos com a mudança no cenário das regras e mandatos”, disse Durant em comunicado. “Eu aprecio a tarefa que o prefeito tem pela frente com tudo o que a cidade passou. Minha frustração com a situação não muda o fato de que sempre estarei comprometido em ajudar as comunidades e cidades nas quais eu moro e jogo”. O Brooklyn Nets volta a entrar em quadra nesta terça-feira, quando visita o Orlando Magic na Flórida. A equipe ocupa a 8ª colocação da Conferência Leste com 35 vitórias e 33 derrotas.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.