O presidente Jair Bolsonaro (PL) utilizou as suas redes sociais na noite desta quarta-feira, 23, para prestar solidariedade à morte de Paulinha Abelha. Na publicação, que contou com a foto da artista, o mandatário afirmou que o forró brasileiro “sente hoje uma grande perda com o passamento da cantora”. O chefe do Executivo federal chamo a sergipana de “um dos grandes nomes da lendária banda Calcinha Preta.” Por fim, o comandante do Planalto enviou votos de pesar e solidariedade aos familiares, amigos e fãs da vocalista. “Que Deus conforte o coração de todos com seu infinito amor!”, declarou o governante.

Paulinha, que encontrava-se internada no Hospital Primavera, em Aracaju, desde o dia 17 de fevereiro, morreu aos 43 anos de idade. A causa da morte, segundo o informações das redes sociais da banda, foi de um quadro de comprometimento multissistêmico. O último boletim médico divulgado a respeito afirmou que “nas últimas 24 horas, [a artista] apresentou importante agravamento de lesões neurológicas, constatadas em ressonância magnética, e associada a coma profundo. Foi então iniciado protocolo diagnóstico de morte encefálica, que confirmou hipótese após exames clínicos e complementar específicos”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.