A Band informou nesta sexta-feira, 25, que abriu um processo de investigação para descobrir quem vazou um trecho da entrevista que o morador de rua Givaldo Alves de Souza deu à emissora. O vídeo caiu nas redes sociais e, assim como o caso, gerou grande repercussão. “Diante do vídeo que circula na internet de uma entrevista do morador de rua que foi espancado por um personal trainer que o acusa de ter abusado sexualmente de sua esposa, a Band esclarece que essa entrevista não foi ao ar. Trata-se de um trecho de uma gravação que vazou do sistema interno da emissora de maneira ilegal e mal-intencionada”, informou a emissora em nota envida à Jovem Pan. A Band declarou ainda que repudia o compartilhamento do vídeo e enfatizou que “o responsável será devidamente punido”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.